Dia Internacional do Graffiti – MAAU

Desde o tempo das cavernas o homem já buscava formas de se manifestar rabiscando símbolos e desenhos nas paredes, e hoje, claro, a idéia continua a mesma. O Graffiti, que já foi (e ainda é) julgado como marginal, poluição visual e normalmente praticado por vagabundos, hoje tem mais espaço e colaboração tanto da população quanto do temível governo. Temível porque o graffiti (não só o ele, mas qualquer prática de arte urbana) é uma eficiente forma de protesto e grito contra todas indiferenças e falhas de quem rege nosso querido país. Nele as pessoas criam voz, são notadas e percebidas. Uma das provas dessa maior aceitação é o MAAU – Museu Aberto de Arte Urbana (já postei aqui), que foi um grande passo entre artistas urbanos e a Secretaria da Cultura de São Paulo. Não é a toa que a origem do projeto surgiu após artistas serem detidos enquanto cobriam uma das colunas cinzas e feias da Av. Cruzeiro do Sul.

Hoje é comemorado internacionalmente o dia do Graffiti e no outro post só coloquei um vídeo de depoimentos dos envolvidos no projeto, hoje vou colocar algumas fotos dos trampos que fizeram por lá.

Shock

Evol

Arlin

Ras | Leon
Ras | Leon
Ana K.
Locones
Dédo
Pifo
Dek
Feik
Grupo Opni
Ise
Gomes
Gitahy
Nem
Ozi
Whip
Cranio
Icone
13 Gang
Socidas
Zirmarlei
Flip
Does
Snek
Anjo
Graphis
Presto
Minhau
Chivitz
Binho
Ciro Shu
Highraff
Nove
Onesto
Nick Alive
Biofa | Pixote | Zéis
Gafi
Graphis
Zezão
Visite o flickr do Sampa Graffiti para ver mais fotos.
Curta a page do MAAU.
Vi no Zupi.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s